“Por que não pode? A mãe do meu amigo deixa…”

mae do meu amigo deixa
Imagem: banco de imagens gratuitas
Não tem jeito! Eles vão crescendo, vão ganhando liberdade, passam a frequentar a casa dos amiguinhos e começam a questionar as diferenças nas regras e costumes que encontram fora de casa.
Há famílias com horários rígidos para alimentação, com alimentação restrita e diferenciada.  Há famílias que proíbem doces. Há casas onde a criança pode rabiscar a parede, onde as crianças podem pular no sofá,  onde as crianças tem a liberdade de mexer em tudo . Casas onde precisam onde precisam tirar os sapatos para entrar, onde podem comer na sala, etc.. Enfim, cada casa e cada família possuem suas diferentes regras em casa.

Mas e a criança, como ela deve vai compreender e lidar com essas diferenças?

Ao meu ver, na idade que estão os meus (6-8anos), acho que eles podem sim entender que cada família tem suas normas e que eles precisam diferenciar e se lembrarem sempre da educação que foi dada pelos próprios pais. Por exemplo, se na casa do coleguinha todos falam palavrão e na dele não, lá ele irá ouvir, mas em casa ele vai continuar a não falar palavrão. Acho que toda essa conversa precisa girar em torno do respeito, respeito aos pais, e respeito aos costumes do outros.
Penso que não dá pra privar completamente a criança de ter contato com pessoas e crianças que pensam e agem diferente (a não ser num caso extremo, lógico). Porém, devemos sempre conversar e lembrá-los de que os valores e exemplos que ele vê em casa devem sempre permanecer, e que devem  respeitar as regras de sua casa e respeitar as diferenças alheiras. Pelo menos a gente tenta, né rs? Sempre na espera de que tudo o que plantamos com muito amor cresça vigorosamente dentro deles.
Abraço a todos!

Um comentário em ““Por que não pode? A mãe do meu amigo deixa…”

  1. Adorei o post, realmente é bem assim, cada família tem suas regras e seu estilo de vida, minha filha de 4 anos já questiona muito as diferenças, e explico que cada casa e família é diferente. Claro que as vezes rola a "chantagezinha" tipo mãe lá ele faz isto e eu não, e rola alguns estresses, mas no fim tudo fica bem. Nada que uma boa conversa não resolva.

    Bjos

  2. Eu acho até saudável seus filhos verem como a criação em outras famílias pode ser diferente, acho que filho tem que te obedecer pq tem que confiar que vc é q é a mãe e que sabe o que é melhor pra ele.Mas esse tipo de questionamento faz parte de crescer, eu mesma me lembro que falava essas coisas pra minha mãe e ela ficava danada da vida! rs

    Bjos.

    http://baudabijou.com.br

Deixe uma resposta