quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Criando com Lego: Porta óculos e Porta celular

 O Thi estava brincando de lego quando me disse que faria uns presentes para mim, e não é que ele fez mesmo rs? E rapidinho...
Pedi pra ele desmontar (olha a mãe sem coração rs) para tirar fotos e fazer um passo a passo para vocês. Não conseguimos fazer exatamente um PAP, mas seguem as etapas assim mais ou menos rs:
  • Porta óculos
  • Poltroninha para carregar o celular:
Ele montou de novo e eu adorei e estou carregando meu celular no meu acessório novo (quem quiser usar permanentemente pode colar com super cola) Essa criançada sempre surpreendendo! Lego ainda é um dos brinquedos que eles mais curtem e passam horas brincando! Abraço a todos e quem fizer depois me conta!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Lançamento nos cinemas: A lenda de Oz 3D

Estivemos sábado na pré estreia do filme A Lenda de Oz (Paris filmes) em SP. Estava muito animada pois a Dorothy sempre foi um dos meus personagens preferidos na infância,  cresci vendo e revendo o filme com a Judy Garland muitas vezes e tive o prazer de rever mais algumas com meus filhos.
No filme A lenda de oz,  Dorothy Gale vai voltar a terra de Oz, onde se passaram muitos anos e a situação não é mais a mesma, um novo vilão ameaça a paz no reino, e os velhos amigos (leão, homem de lata e espantalho) vão tentar trazer a heroína de volta através de um arco íris sugador. No kansas, não se passou muito tempo desde o temporal, e Dorothy pensa num jeito de reconstruir a casa destruita e evitar o despejo de todos do local.
De volta a Oz, podemos ver uma Dorothy ainda mais doce e sensível, porém com a mesma coragem de sempre. Essa nova aventura conta com novos e interessantes personagens como o Marechal Mellow, a princesa de porcelana,  e é claro, o vilão debochado Bufão (dublado no Brasil pro Robrigo Lombardi) Manu Gavassi dá voz a versão brasileira da nova Dorothy, porém fiquei muito curiosa para também assistir a versão original onde a voz é da Lea Michele (sou muito fã!)

Enfim, vale a pena conferir, estréia dia 9 de outubro nos cinemas! Nós curtimos muito, obrigada Sam e Otagai mídias pelo convite! Abraço e boa semana a todos!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

"Por que não pode? A mãe do meu amigo deixa..."

Imagem: banco de imagens gratuitas
Não tem jeito! Eles vão crescendo, vão ganhando liberdade, passam a frequentar a casa dos amiguinhos e começam a questionar as diferenças nas regras e costumes que encontram fora de casa.
Há famílias com horários rígidos para alimentação, com alimentação restrita e diferenciada.  Há famílias que proíbem doces. Há casas onde a criança pode rabiscar a parede, onde as crianças podem pular no sofá,  onde as crianças tem a liberdade de mexer em tudo . Casas onde precisam onde precisam tirar os sapatos para entrar, onde podem comer na sala, etc.. Enfim, cada casa e cada família possuem suas diferentes regras em casa.
Mas e a criança, como ela deve vai compreender e lidar com essas diferenças?
Ao meu ver, na idade que estão os meus (6-8anos), acho que eles podem sim entender que cada família tem suas normas e que eles precisam diferenciar e se lembrarem sempre da educação que foi dada pelos próprios pais. Por exemplo, se na casa do coleguinha todos falam palavrão e na dele não, lá ele irá ouvir, mas em casa ele vai continuar a não falar palavrão. Acho que toda essa conversa precisa girar em torno do respeito, respeito aos pais, e respeito aos costumes do outros. Penso que não dá pra privar completamente a criança de ter contato com pessoas e crianças que pensam e agem diferente (a não ser num caso extremo, lógico). Porém, devemos sempre conversar e lembrá-los de que os valores e exemplos que ele vê em casa devem sempre permanecer, e que devem  respeitar as regras de sua casa e respeitar as diferenças alheiras. Pelo menos a gente tenta, né rs? Sempre na espera de que tudo o que plantamos com muito amor cresça vigorosamente dentro deles.
Abraço a todos!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Pequenos cientistas 11: pasta de dente de elefante

 Eles estavam doidos para fazer um experiment melequento, e aproveitando que esquentou um pouquinho fomos para a varanda fazer a pasta de dente de elefante. O experimento tem esse nome porque o resultado da reação (a quebra do H2O2 com uso de um catalisador) vai gerar algo parecido com uma paste dente saindo do tubo, porém, a consistência e gosto não têm nada a ver com pasta de dente (não pode colocar na boca!)
Para fazer precisamos de: uma garrafinha plástica, um potinho plástico, um funil, uma bandeja ou refratário (para colocar a garrafinha dentro e conter a meleca rs), fermento biológico seco, detergente de cozinha, corante (opcional), água morna e água oxigenada 20 volumes.
Com o funil coloque uma colher de sopa de detergente na garrafa, em seguida adicione meia xícara da água oxigenada, e 4 gotinhas do corante que desejar. Em seguida diluia no potinho 3 colheres de sopa de água morna com 1 colher de sopa do fermento. Adicione a mistura ao conteúdo da garafinha. Retire o funil, misture levemente a garrafa e aguarde. O fermento vai agir como catalisador, removendo o oxigênio do peróxido de hidrogênio, formando muitas bolhas. Com o detergente formará uma espuma espessa que lembrará uma pasta de dente. A reação é exotérmica e libera calor. Eles podem tocar na mistura para ver como é quentinho, mas depois devem lavar as mãos imediatamente, e também não recomendo fazer o experimento debaixo do sol. 
E aí, gostaram? Abraço a todos!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Bolo integral com frutas

Queria fazer um bolo com ingredientes mais saudáveis e aproveitar umas coisas que tinha em casa, aí eu dei uma googlada e fiz um mix de várias receitas até chegar na que me convinha (quem nunca rs?) Desta vez deu super certo, mas é claro que já me dei mal fazendo isso rs.
Enfim, segue a receita:
2 xíc de farinha de trigo integral
½ xíc de farelo de aveia
1 xíc de açucar mascavo
½ xíc de açucar branco (usei o demerara)
1 xíc de óleo
3 ovos
1 colher de sopa de fermento e uma pitada de canela.
Frutas picadas (usei 2 bananas pequenas e uma ameixa fresca)
½ xic de uva passa
Bata os ingredientes líquidos no liquidificador, acrescente o açucar e o restante dos ingredientes e misture bem até ficar homogêneo, misture também as uvas passas. Despeje numa forma untada e coloque as frutas picadas por cima afundando um pouquinho. Asse em forno médio pré aquecido por cerca de 40min. Ficou muito bom e a ameixa fresca surpreendeu!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

DIY: pebolim (de pênaltis) na caixa de sapato

Tem caixa de sapato dando sopa por aí?
Para fazer um mini pebolim de penaltis na caixa de sapato você precisa de:
1. Uma caixa de sapato, 2 canudos ou palitos de churrasco (eu usei aqueles canudos rígidos utilizados para segurar bexiga), fitas adesivas, papelão, fotos dos jogadores impressas. A altura dos jogadores deve ser um pouco menor do que a altura da caixa. Recorte em volta do “jogador” e cole um papelão ou algo que deixe bem firme (usei fita adesiva transparente em volta para impermeabilizar e deixar mais firme ainda).
2. Faça 2 furos na caixa, um mais próximo de uma extremidade, e outro da outra, mais ou menos na metade da altura da caixa. Repita a mesma coisa no outro lado da caixa, simetricamente, inteirando os 4 furos para passar os canudos.
3. Passe os canudos e recorte 2 quadradinhos nos lados menores da caixa para fazer o gol. Se desejar use fita adesiva para dar o acabamento.
4. Cole o recorte do jogador no meio do canudo, de costas para o gol, prendendo atrás com a fita adesiva. Deixe os pés do jogador um pouco acima do chão da caixa.
5. Repita a mesma coisa com o outro jogador.
6. Está pronto o mini pebolim de penaltis, usamos uma bola de ping pong para jogar e deu certinho! Os meninos aqui adoraram a brincadeira!
Abraço a todos!!!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

A máscara da super mãe e a vida "perfeita" das pessoas na internet

   Já fazia algum tempo que eu queria escrever sobre isso, quando esses dias, uma amiga me disse: “nossa, ler seu blog me dá dor na consciência porque eu não faço nada de legal com meu filho...” E somado a alguns emails e comentários recebidos anteriormente, essa vontade se acentuou.
  Todos nós, ao acompanharmos a vida das pessoas através dos blogs, Fb, Instagram, etc, temos a tendência de pensar “nossa, mas que vida perfeita! A unha encravada do pé ela não mostra né...”
   É claro que seria ingenuidade demais presumir que a vida da pessoa é realmente perfeita (embora eu ache que a da Gisele Bunchen seja, mas deixa pra lá rs...) Entretando, sem querer ultrapassar os níveis aceitáveis da escala de Polyannice, procuro (e prefiro) pensar que a maioria delas não compartilham suas vidas para esfregar na cara da sociedade: “olha como eu sou linda, ryca, meus filhos são lindos e não têm chulé”  Mas sim, com desejo  de compartilharem o melhor de si. (Tá, eu tô muito pollyanna moça mesmo rs...)
   Não nego que há muita gente excessivamente exibida na internet, expondo suas vidas como num reality com edições bizarras. Quanto a elas, temos sempre a opção e liberdade de não acompanhar aquilo que nos incomoda. E embora não ache que este seja meu caso, estou eu aqui, recorrendo ironicamennte a essa foto que ilustra o post, pra dizer justamente que essa máscara não existe, pelo menos não de minha parte. Que não sou perfeita,  muito menos uma mãe perfeita. E sinceramente, não acredito que as mães perfeitas existam (a Gisele também deve ceder uma chantagenzinha do filho as vezes, não é possível né rs)
   Aqui em casa fazemos muitas coisas bacanas e faço questão de compartilhar. E me encanta profundamente quando inspiramos alguém a também fazer, alguém que deseja um pequeno momento de felicidade junto aos filhos. Mas é claro, não fazemos coisas incríveis todos os dias, pelo contrário.
Já contei algumas vezes aqui no blog: meus filhos brigam,  me desobedecem, às vezes eu surto e grito. Já esqueci de passar o talco no tênis deles e tive que aguentar o chulé, já deixei eles jogando video game um tempão para ter um sossego (ou vadiar na internet). Comemos gororobas integrais e nos afundamos numas porcarias no fim de semana,  já esqueci  de mandar o lanche deles da escola e pasmem, meu caçula teve cárie.
Contudo, nós adoramos brincar, criar, inventar, experimentar, e compartilhar. Compartilhar o nosso melhor! Desejo de coração, nunca transmitir uma falsa imagem, porque juro que esse não é o intuito. Mas é verdade que particularmente eu prefiro a felicidade ao #mimimi (apesar de  saber que mimimi dá ibope, e na internet é bacana ser “sanguenozóio”, reclamão e intolerante)
Era isso, gente! Espero que vocês continuem me amando, porque a infiltração monstuosa do meu Ap eu não vou mostrar, sorry (mas pode vir aqui em casa que eu mostro rs)
Abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...