Pequenos cientistas 11: pasta de dente de elefante

pasta de dente de de elefante experimento
 Eles estavam doidos para fazer um experiment melequento, e aproveitando que esquentou um pouquinho fomos para a varanda fazer a pasta de dente de elefante. O experimento tem esse nome porque o resultado da reação (a quebra do H2O2 com uso de um catalisador) vai gerar algo parecido com uma paste dente saindo do tubo, porém, a consistência e gosto não têm nada a ver com pasta de dente (não pode colocar na boca!)
Para fazer precisamos de: uma garrafinha plástica, um potinho plástico, um funil, uma bandeja ou refratário (para colocar a garrafinha dentro e conter a meleca rs), fermento biológico seco, detergente de cozinha, corante (opcional), água morna e água oxigenada 20 volumes.
pasta de dente de de elefante experimento
Com o funil coloque uma colher de sopa de detergente na garrafa, em seguida adicione meia xícara da água oxigenada, e 4 gotinhas do corante que desejar. Em seguida diluia no potinho 3 colheres de sopa de água morna com 1 colher de sopa do fermento. Adicione a mistura ao conteúdo da garafinha. Retire o funil, misture levemente a garrafa e aguarde. O fermento vai agir como catalisador, removendo o oxigênio do peróxido de hidrogênio, formando muitas bolhas. Com o detergente formará uma espuma espessa que lembrará uma pasta de dente. A reação é exotérmica e libera calor. Eles podem tocar na mistura para ver como é quentinho, mas depois devem lavar as mãos imediatamente, e também não recomendo fazer o experimento debaixo do sol. 
E aí, gostaram? Abraço a todos!

3 comentários em “Pequenos cientistas 11: pasta de dente de elefante

Deixe uma resposta