Consciência no trânsito: você será o exemplo para o seu filho

Durante todo este mês ocorre o movimento Maio Amarelo, onde a proposta é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo mundo. Como mãe, gostaria de falar um pouco sobre o assunto, destacando uma coisa que todos nós já imaginamos: nós somos sempre os exemplos para os nossos filhos, inclusive em relação a comportamento no trânsito.

Você mudou seu comportamento no trânsito depois que virou mãe/pai?

Eu mudei! Não que antes eu não respeitasse as leis e boas práticas no trânsito, mas posso dizer sem dúvida, que fiquei ainda mais cuidadosa em sempre respeitar estritamente as regras no trânsito depois que me tornei mãe. Por exemplo, antes, quando estava a pé atravessando no semáforo da faixa de pedestre, se eu visse que não havia sinal de nenhum carro, eu às vezes até me arriscava a atravessar, mesmo com o sinal vermelho para mim. Hoje, com as crianças, nós permanecemos esperando o sinal verde para atravessar, mesmo que não haja carros a vista, mesmo que outras pessoas estejam atravessando. Eles por sua vez, já me questionaram o motivo de tal atitude, respondi então que além de desrespeitar a regra, essa ação pode ser um risco grande comparado a esperar um minutinho a mais até o “homenzinho” ficar verde

Se você quer que seu filho seja uma pessoa melhor, seja também uma pessoa melhor

Preciso confessar que ultimamente, ando refletindo muito sobre comportamento de pais e filhos, e como ando muito de carro com os meninos, parei outro dia me vendo fazendo algo que considerei lamentável, estava dentro do meu carro xingando o outro motorista que estava me fechando, quando pensei: “ Peraí, assim eu vou mostrar pra eles como ser intolerante e nervosinho no trânsito”. E comecei a me policiar em relação a isso, pois eu sei que ninguém tem sangue de barata, e a gente fica meio indignado mesmo com certas atitudes alheias, mas devemos sempre passar a mensagem de que: nós temos que fazer nosso melhor, fazer o correto sempre, independente da ação do outro.

Claro que houve uma melhora quando comparamos a segurança no trânsito de hoje com a que tínhamos nos anos 80 (durante minha infância). Mas segundo uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o quinto país com mais mortes no trânsito, que junto a um grupo de 10 países são responsáveis por 62% das mortes no trânsito em todo o mundo. A solução para a redução desta taxa está é claro, nas ações de segurança no trânsito e na garantia de que os estados adotem leis que atuem ativamente contra os principais fatores de risco: dirigir sob o efeito de álcool, o excesso de velocidade, não uso do capacete, do cinto de segurança e das cadeirinhas, e falar ao celular enquanto dirige.

E lembrando sempre que vocês mães e pais serão sempre o principal exemplo de comportamento e atitude para os futuros motoristas que teremos daqui uns anos.

Saiba mais sobre o movimento Maio Amarelo – Atenção pela vida

Veja mais posts sobre cidadania do blog

Um comentário em “Consciência no trânsito: você será o exemplo para o seu filho

  1. Adorei a proposta do MAIO AMARELO e vou te dizer que SIM, eu mudei minha atitude no transito depois que me tornei mãe e, principalmente, depois deles mais crescidos e que entendem o que esta acontecendo.

    AMEI seu post

    bjs

    Lele

Deixe uma resposta para Lele Cancelar resposta