Por que minha mãe vira o Darth Vader?

 Minha amiga Fabi uma vez escreveu sobre esse assunto, mencionando a admirável paciência da mãe da porquinha Peppa. Como meus meninos são grandinhos e não assistiram a Peppa, minha referência de paciência sempre foi a mãe do Caillou.
 Que voz doce, que serenidade….

 

 Em torno das minhas convicções para educar meus filhos, que inclui jamais se utilizar de violência física, há um elemento que me policio a controlar: o tom da voz ao proferir uma bronca/advertência, em outras palavras, me exercito a preservar a tão sonhada paciência.
 Deveria acontecer assim: eu chamo a atenção a respeito da ação incorreta em tom leve e suave. Caso ele (s) continue(m), eu repito uma segunda vez (respirando…), esclarecendo que na terceira vez perderão o direito a algum benefício. E na terceira vez, respiro e comunico que o direito foi perdido. Na teoria é lindo, né? Mas nem sempre é o que acontece!
Não sei se acontece com vocês também, mas parece que meus filhos instalaram um aplicativo que tornam a voz da mãe imperceptível aos ouvidos humanos. E diante de todo descaso, por vezes a ira e a frustração vão tomando conta do ser, e no segundo ou terceiro aviso a voz já está elevada, possuída e darthvadernizada, e o descontrole já tomou conta do ambiente. Isso melhora a eficácia no momento de educar? Claro que não! E só causa mais desgaste a mãe.
Tenho plena consciência de que antes de mudar ou educar os filhos, nós mães temos que nos cuidar primeiro. Respirar, meditar, praticar algum hobby/esporte ou qualquer outra coisa que nos mantenha em equilíbrio, porque a gente sabe que não é fácil, mas manter a calma é fundamental para agirmos corretamente. E embora não consiga praticar sempre, minha dica para não se exaltar é: respire, tome uma água, e tente pensar se realmente vale a pena se desgastar por aquilo, e caso não funcione, saia de perto por alguns minutos e se o pai estiver presente delegue para ele aquela advertência (aliás, isso é um post a parte, porque meu marido quase nunca vira o darth vader e isso me darthvaderniza um pouco hahaha).

Vocês amigas mães, como fazem para não perder a paciência com os filhos?

Abraço!

9 comentários em “Por que minha mãe vira o Darth Vader?

  1. Não sei pq vc me marcou neste post, se eu falo c voz de professora de ioga o tempo todo! … Não, né? Tem dias q eu tô tão Darti Verdi (como diria minha filha), q o chão treme. Mas não fala isso p ngm, pq tenho uma reputação de boa mãe a zelar. Bjoooo

  2. 1) a mãe é sempre a bruxa
    2) aplicativo de audição seletiva tem atualização todos os dias
    3) o que me faz ficar mais calma é estar mais calma. Eu tenho que estar bem tranqüila para não virar os olhos e inverter a cabeça.

    Você é uma mãe tão legal! Apegue-se a isso 🙂

    Bjs

  3. Aqui o pai vira Darth Vader com mais frequência que eu. Então, eu sou melhor mãe quando ele está perto para surtar no meu lugar. Huahuahauauhau
    Outro dia eu, a que surta de segunda a segunda, virei pra ele e falei (com a voz mais de professora de quinta série dos anos 90): você é o adulto, seja o adulto; ele está testando sua paciência e está ganhando, mesmo que ele perca algo, porque sabe que você não consegue se controlar!!! Mude sua energia, mude o foco! Se você não souber lidar com a birra e a malcriação, vocês vão viver em guerra eterna!
    Subi as escadas e mandei, com firmeza típica de Capitão Nascimento, para a cama. hahahahaha
    Mas não é fácil!!!
    A dica que sempre dou é: faça de conta que não é SEU filho. Se não fosse seu, como vc lidaria?

  4. Oi Cynthia, amei o texto como sempre. É muito importante a gente se cuidar e prestar a atenção nos nossos limites. Mas acho bom a gente mostrar o quanto humanas somos e que estamos sujeitas a falhas e a atitudes que não gostaríamos de ter, pois até nesses momentos temos a oportunidade de ensinar aos nossos filhos. E mais uma vez o seu post me fez relembrar um momento meu e fui lá matar as saudades. Se quiser ver, olha quando eu virei um monstro: http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/2009/09/quando-mamae-virou-um-montro.html

    beijos
    Chris

  5. Nossa!! Me vi ai!!! Eu perco a paciência fácil! É tao fácil atender a mae de primeira!!! Por que não faze lo??? Eu só quero que guarde o monte de roupa que deixa na bancada!!! Achonque o negocio é mudar o sistema de guardar a roupa!! Hahahhahaha eu berro!!! E ainda falo "não tenho paciência" tenho que ir a um spa para um autoconhecimento!!!

  6. Olá!
    Eu venho através do Blog Inventando com a mamãe…e adorei o seu texto!
    Pq tem dias que vou dormir me sentindo muito mal…
    A minha paciência é zero…e o não ouvir dele é ótimo!!!! hehehehe
    Mas percebo que quando estou em paz, que eu consegui fazer algo para mim, eu já lido diferente, mantenho o pé firme no que tem que ser feito, mas, com doçura e até bom humor, kkkkk,…mas não é fácil…
    Adorei o seu Blog já estou te seguindo para te acompanhar!
    Ah, eu adoro o desenho do Caillou….
    E já os pais da Peppa me irritam, pois eles não se irritam nunca, kkkkkkkk
    Lindo FDS!
    Um super bjo!

    Alê – Bordados e Crochê
    Fã Page

  7. Uma observação a fazer: Darth Vader melhor pessoa que me representa estes últimos dias.
    Não consigo nem imaginar você assim!
    Hoje foi um dia tão Darth Vader que apaguei as luzes pro conselho tutelar achar que eu não estava em casa!
    Dispositivo, não acredito. Mas que há um treinamento noturno com cassetes, onde você aprende inglês dormindo e seus filhos aprender a te ignorar… Ahhhh e existe!

Deixe uma resposta para Jana Cancelar resposta