Good Reputation

Link

Semana passada, após assistir o episódio Bad Reputation de Glee (é, eu assisto Glee, me sinto com 15 anos e adoro isso, ainda me identifico total porque participava de grupo de coral), terminei o dia com um mini flashback (adoro isso, perceberam rs?) de minha pré adolescência e a figura que eu era e não amava.
Eu era aquela amiga que todas as mães adoravam e confiavam, tinha cara de presidente do fã clube do pequeno Poney, mas na verdade, adorava a saga Jason (Sexta feita 13). Os óculos e aparelho dentário possivelmente contribuíam para esse estereótipo. E tinha que engolir a seco quando ouvia as mães alheias dizendo: “se a Cynthia vai, então pode ir” E assim, tinha sempre alguém “inocentemente dormindo” na minha casa, até a mãe da pessoa ligar e a minha mãe desmentir o fato.
E se isso me irritava tanto, porque eu não desfazia essa boa reputação? Bem, eu tentava, mas como num clichê de seriado americano, sempre acabava sendo em vão. Certa vez na sétima série, eu escondi um banco de madeira do pátio da escola dentro do almoxarifado que ficava no banheiro. Mesmo confessando o “crime” a diretora não acreditou que eu tramei a traquinagem e não me deu a advertência ,já assinada em sua mão, achando que eu estava acobertando alguém. Arrrgh, existe coisa mais difícil do que se livrar do que uma boa reputação? Sim existe, o mais difícil é adquiri-la, principalmente depois de adulto. Hoje, por razões óbvias, agradeço por não ter precisado construir essa “boa reputação”, que todo mundo tem que construir uma hora ou outra na vida. Claro que digo isso porque não sei qual seria o futuro da minha versão “bad girl”, que na verdade nunca existiu. E que nunca, nunca mesmo, meus filhos leiam esse post rs.

Um comentário em “Good Reputation

  1. Hahaha, tudo verdade! Eu era a bozinha até que um dia fomos pegas, Caren e eu, rolando as escadarias do colégio para fugirmos sem sermos vistas. Depois, suspensas por segurarmos uma freira enquanto as meninas fugiam do gruo de excursão. Por fim, tirei nota 10 em todas as matérias, exceto química e física, em que levei zero e fui reprovada. A cumplicidade com Caren dura há quase 30 anos e ela é dinda da minha filha Helena, mas está jurada de morte se contar algo das mil loucuras que fazíamos, hahah.

  2. Hahaha, tudo verdade! Eu era a bozinha até que um dia fomos pegas, Caren e eu, rolando as escadarias do colégio para fugirmos sem sermos vistas. Depois, suspensas por segurarmos uma freira enquanto as meninas fugiam do gruo de excursão. Por fim, tirei nota 10 em todas as matérias, exceto química e física, em que levei zero e fui reprovada. A cumplicidade com Caren dura há quase 30 anos e ela é dinda da minha filha Helena, mas está jurada de morte se contar algo das mil loucuras que fazíamos, hahah.

  3. Amiga, amiga amiga rssss, boa moça….eu tb sempre fui a boa menina, e na verdade eu até era, até os 15 anos, de lá prá cá ferrou, to até hoje passando Veja na minha vida e nada de limpar o mal feito, mas posso garantir, me diverti muito, corri perigos e fiz coisas que meu filho jamais poderá sonhar kkkkk, mas isso é ter história, é vida!! Beijos

  4. Amiga, amiga amiga rssss, boa moça….eu tb sempre fui a boa menina, e na verdade eu até era, até os 15 anos, de lá prá cá ferrou, to até hoje passando Veja na minha vida e nada de limpar o mal feito, mas posso garantir, me diverti muito, corri perigos e fiz coisas que meu filho jamais poderá sonhar kkkkk, mas isso é ter história, é vida!! Beijos

  5. Ai Cy, também tenho uma história parecida e coisinhas que pessoas se surpreenderiam, filhotes então…af!! Adororo Glee, mas isso vc já sabe, né? Assito com a filhota, bom prá ela ver que existe música, além de Justin Bieber…aterrível…bjos!!

  6. Ai Cy, também tenho uma história parecida e coisinhas que pessoas se surpreenderiam, filhotes então…af!! Adororo Glee, mas isso vc já sabe, né? Assito com a filhota, bom prá ela ver que existe música, além de Justin Bieber…aterrível…bjos!!

  7. Cy, eu tbem fazia parte do clube das "boazinhas"na verdade até era,quer dizer, era medrosa,acompanhava o grupo mas sempre na retaguarda, se a bomba estourasse era primeira a correr, mas debaixo de um quieto aprontava algumas.
    bjks

  8. Cy, eu tbem fazia parte do clube das "boazinhas"na verdade até era,quer dizer, era medrosa,acompanhava o grupo mas sempre na retaguarda, se a bomba estourasse era primeira a correr, mas debaixo de um quieto aprontava algumas.
    bjks

  9. hahahahaha… eu também tinha essa "boa reputação", na adolescência até aprontava junto com uma turminha, mas do grupo as culpadas eram as outras nunca eu, rsrsrsrsss….
    Bjinhos!!!

  10. hahahahaha… eu também tinha essa "boa reputação", na adolescência até aprontava junto com uma turminha, mas do grupo as culpadas eram as outras nunca eu, rsrsrsrsss….
    Bjinhos!!!

  11. Eu tb era A boazinha, até engravidar aos 16 (parece aquel3e programa da MTV, 16 and pregnant, que aliás, eu assisto!).
    Mas hj, casada segundo exige a sociedade (e meu amor pelo Gomes, claro), sou a boazinha da família de novo! Mesmo pq ng acreditava que eu ia virar mãe de 4, dona de casa, cozinheira etc!
    (Falar nisso, semana passada fiz a apple crumb q vc botou receita naquele post cheio de galinhas d'angola e fofuras milzes e menina, que coisa boa!)
    Beijo!

  12. Eu tb era A boazinha, até engravidar aos 16 (parece aquel3e programa da MTV, 16 and pregnant, que aliás, eu assisto!).
    Mas hj, casada segundo exige a sociedade (e meu amor pelo Gomes, claro), sou a boazinha da família de novo! Mesmo pq ng acreditava que eu ia virar mãe de 4, dona de casa, cozinheira etc!
    (Falar nisso, semana passada fiz a apple crumb q vc botou receita naquele post cheio de galinhas d'angola e fofuras milzes e menina, que coisa boa!)
    Beijo!

  13. Ola,Cynthia.
    Me diverti com seu relato,pois sem duvida o seu estereotipo contribuiu,rsrsr.Sempre fiquei no meio termo,mas aprontava das minhas,nao fui nenhum anjo:era mandona,mas justa, e sempre gostei de presidir as turmas nos comites escolares.Bons tempos,ne?E bom olhar para tras e saber que esse tempo contribuiu para sermos boas maes.Grande abraco.zenaide storino.

  14. Ola,Cynthia.
    Me diverti com seu relato,pois sem duvida o seu estereotipo contribuiu,rsrsr.Sempre fiquei no meio termo,mas aprontava das minhas,nao fui nenhum anjo:era mandona,mas justa, e sempre gostei de presidir as turmas nos comites escolares.Bons tempos,ne?E bom olhar para tras e saber que esse tempo contribuiu para sermos boas maes.Grande abraco.zenaide storino.

  15. kkkk! Adorei!
    Eu fazia tudo na cara e aí todo mundo ficava imaginando o que eu não fazia escondido. Eu pensava o seguinte, se eu não tenho que esconder da minha mãe, tenho que esconder de quem? Só que o que eu não sabia é que todo mundo esconde tudo. Até eu "crescer" e as pessoas se darem conta de que nunca aparecia esse escondido.
    Beijos

  16. kkkk! Adorei!
    Eu fazia tudo na cara e aí todo mundo ficava imaginando o que eu não fazia escondido. Eu pensava o seguinte, se eu não tenho que esconder da minha mãe, tenho que esconder de quem? Só que o que eu não sabia é que todo mundo esconde tudo. Até eu "crescer" e as pessoas se darem conta de que nunca aparecia esse escondido.
    Beijos

  17. hahahahaha como eu AMOOOOOOOOOOO seus posts, Cy, você deveria escrver um livro, amiga!!!
    O pior é que às vezes lembro de ti falando as coisas e dou risada sozinha.. #aloka
    Eu tinha cara de anjo mas era má…rsrsrsrsrsrsrs
    Beijossssssss pra ti
    Vero

  18. hahahahaha como eu AMOOOOOOOOOOO seus posts, Cy, você deveria escrver um livro, amiga!!!
    O pior é que às vezes lembro de ti falando as coisas e dou risada sozinha.. #aloka
    Eu tinha cara de anjo mas era má…rsrsrsrsrsrsrs
    Beijossssssss pra ti
    Vero

  19. he, he!
    Pelo menos por aqui, você não precisa se esforçar por construir boa reputação: já a tem!
    Eu era "cdf" e a certinha da turma. Pelo jeito, "desbundei" depois de "velha"…(rs)

  20. he, he!
    Pelo menos por aqui, você não precisa se esforçar por construir boa reputação: já a tem!
    Eu era "cdf" e a certinha da turma. Pelo jeito, "desbundei" depois de "velha"…(rs)

Deixe uma resposta