pre adolescencia conflitos

Relação pais e filhos: O que eu espero de você, filho! (#PréAdolescência)

Quando nossos filhos vão crescendo as relações pais e filhos vão mudando e muitas vezes surgem conflitos de relacionamento que antes não existiam, porque é claro, eles começam a expressar suas personalidades e demonstrar mudanças de comportamento, ironias, etc… Estou justamente em meio a essa fase, principalmente com meu filho mais velho que está com quase 11. Os diálogos passaram a ser mais curtos, e as respostas dele bem restritas e diretas, não excedendo jamais o que foi perguntado, ironias passeiam pelas conversas o tempo todo, a sua disposição para brincar ou fazer coisas divertidas que antes adorava vem diminuindo, e a relação com o irmão mais novo está bem complicada. Neste outro post sobre a pré-adolescência eu conto mais sobre o assunto e dou algumas dicas.

 Nos últimos tempos, eu comecei a pegar demais no pé do meu filho mais velho (mães fazem isso né rs), pois é claro, quero que ele cumpra suas obrigações e seja educado e respeitoso, não só comigo mas com todos que o rodeiam. E recentemente, comecei me lembrar da minha adolescência, e de quanto meus amigos (eu também, claro) acabavam se afastando de seus pais nesta época porque não conseguiam se entender…

 Pensei no meu filho, em como ele é um menino bacana, generoso e correto, e que às vezes sim, eu confesso que acabo exigindo demais, cobrando demais, e exagerando nas broncas. E somado a isto, como a maioria das mães, eu me deixo frequentemente levar pela frustração do “poxa, eu me dedico tanto e você não faz nada em troca…” Aquela frustração de achar que, se tentamos fazer tudo certo, seria justo que eles nos dessem exatamente o resultado que esperamos, que agissem exatamente como nós agiríamos. E assim, acabamos nos esquecendo de que eles são pessoas diferentes, ou mais que isso, ainda são pessoas em formação.

Diante de tudo, pensei que precisava criar estratégias que me facilitassem minha vida nessa fase, mas é claro, que me permitissem de continuar educando, e deixando claro o que eu espero dele, coisas que muitas vezes só deixamos implícito, e vocês podem notar que deixar as coisas nitidamente claras é um ponto fundamental nesta fase de pré-adolescência rs. 

Escrevi no mural que fica no quarto onde eles olham todos os dias para ver o horário de aulas e compromissos da escola, “o que eu espero de você, filho!” (tem um pra cada um):
pre adolescencia dialogos1
Opa, eu vi um “Ok ali? rs
pre adolescencia conflitos
Tem bilhetinho incentivador também, por que não?

 

Evidentemente, não vou passar a me comunicar apenas por bilhetes com meus filhos, pelo contrário, acho que as conversas precisam ser frequentes e intensas nessa época, mas achei que essa seria uma forma divertida de dizer realmente o que espero dele, e pode ser que funcione para diminuir as cobranças e broncas diárias. E pedi a ele que também escrevesse o que ele espera de mim, depois contarei para vocês.

E vocês, amigos pais e mais, como estão lidando com essa fase de pré-adolescência/adolescência? Mudanças de comportamento? Nos diálogos? Contem aqui pra mim…

Deixe uma resposta